Olíbano Olíbano (Oman, Somaliland, Ethiopia)

Location:
Oman, Somaliland, Ethiopia

Por que Omã, a Somalilândia e a Etiópia? Nosso óleo essencial de olíbano é um mix patenteado de quatro espécies diferentes de resinas de olíbano do gênero Boswellia:Boswellia carterii, Boswellia papyrifera, Boswellia frereana e Boswellia sacra. Diferentes árvores de olíbano crescem bem em diferentes ambientes e tipos de solo. Por exemplo, as árvores de Boswellia carterii crescem bem em solos arenosos, enquanto as árvores de Boswellia frereana prosperam em terreno seco e pedregoso. As árvores de Boswellia frereana também produzem as gotas de resina de maior tamanho dentre as espécies de Boswellia. Obtemos a resina de vários locais, para assegurar que estamos colhendo a resina no local em que cada árvore de determinada espécie de Boswellia cresce melhor.

Olíbano

Olíbano Boswellia carterii, sacra, papyrifera, and frereana

Como funciona? O olíbano tem sido valorizado como commodity no comércio desde os tempos antigos pelos egípcios, assírios, persas, macedônios e cuchitas. Essas preciosas resinas constituem o que acredita-se ser a mais antiga cadeia global de suprimento.

O óleo essencial vem da resina da árvore de olíbano. As “gotas” da resina são cuidadosamente limpas e organizadas por tamanho e cor antes da destilação; isso é geralmente feito pelas mulheres.

Na Somalilândia, nosso olíbano vem da região de Sanaag, que fica na Serra de Cal Madow. Aproximadamente um terço da população da Somalilândia mora nessa região, e a colheita do olíbano é a principal fonte de emprego. As árvores são passadas de geração em geração, e colhedores individuais têm acesso a regiões específicas por direito tribal.

Normalmente, a resina é colhida, vendida a lojistas (que depois a vendem a intermediários e consolidadores) e daí chega a um porto para ser exportada. Infelizmente, esse sistema muitas vezes tira proveito dos colhedores, que acabam recebendo o salário mais baixo pela parte mais difícil do trabalho. Em vez disso, nós vamos diretamente às pessoas que colhem e separam as resinas do olíbano. Contribuímos significativamente até mesmo na construção de depósitos erguidos em meio às montanhas onde essas resinas são coletadas, separadas e armazenadas, sempre basicamente pelas mulheres, o que proporciona importantes oportunidades de empregos interessantes nessas regiões bastante remotas. Esses depósitos funcionam mais ou menos como uma cooperativa, organizando os colhedores e os lojistas em uma rede. Isso proporciona maior transparência, justiça, oportunidades de emprego e segurança para aqueles que participam da cadeia de suprimento, além de agregar o maior valor possível.

Pagamentos Justos e com Pontualidade e Compromisso e Responsabilidade Ambiental Nossa iniciativa de Fornecimento por Coimpacto das resinas de olíbano proporciona aos colhedores salários justos e pagamentos em dia (inclusive pré-pagamentos em alimentos e dinheiro, espalhados ao longo do ano), ao evitar os vários níveis de intermediários e, em vez disso, trabalhar diretamente com aqueles que colhem e separam o olíbano. Esse arranjo proporciona uma renda muito mais estável e confiável para os colhedores de olíbano.

Além disso, temos orgulho de dar suporte a iniciativas de pesquisa e sustentabilidade para proteger as árvores de olíbano. Durante anos de coleta da resina de olíbano, muitas das árvores têm sofrido com a coleta em excesso. Isso quer dizer que as árvores têm muitos cortes, ou que os cortes são profundos demais. As pesquisas e iniciativas que estamos apoiando visam assegurar que as árvores e a ecologia prosperem e continuem a dar suporte às comunidades e a esse meio de vida.

Healing Hands

O Healing Hands dōTERRA (HHF) tem dado assistência ao trabalho dos líderes de vários clãs, ou grupos patrilineares, em Uurwayne, na Somalilândia, que se uniram com o objetivo de proporcionar educação para suas crianças. O HHF fez doações para uma escola que foi construída para meninos e meninas com idade de 7 a 12 anos, e que oferece aulas para crianças mais velhas à noite. Aproximadamente 120 crianças de 16 aldeias frequentam a escola, sendo que uma escola extra que conta com quatro salas de aula foi construída para ajudar mais 100 alunos de outras áreas a terem maior acesso à educação.

Quanto às necessidades de auxílio mais imediatas, em 2017 uma forte seca deixou mais de seis milhões de somalis (metade da população do país) arrasados por causa do gado que estava morrendo e dos plantios que fracassaram. A dōTERRA respondeu imediatamente à crise, doando mais de 1,5 milhão de dólares em pacotes de emergência para alívio da seca contendo alimentos e suprimentos, para auxiliar 4.000 famílias em 32 das aldeias mais fortemente afetadas pela seca. Além disso, duas escolas que o HHF havia construído anteriormente serviram como centros de alívio da seca para essas comunidades durante a crise.

Mais recentemente, o HHF doou mais de 3 milhões de dólares para o desenvolvimento e a construção do Hospital de Especialidades de Sanaag, o qual, quando estiver concluído no começo de 2020, será a primeira instituição de saúde de seu tipo em funcionamento na região extremamente subdesenvolvida de Sanaag, na Somalilândia. Não existe acesso disponível a saúde profissional na região, forçando muitos moradores locais a viajar grandes distâncias ou a simplesmente abster-se de cuidados médicos. Esse novo hospital proporcionará acesso a serviços que podem salvar vidas, para dezenas de milhares de pessoas que moram e trabalham no coração da região de coleta de resina da Somalilândia.

O HHF também proporciona suporte e financiamento a iniciativas de água potável nas regiões de coleta da Etiópia, o que tem sido uma necessidade urgente para essas comunidades de colhedores.

Comentários

0 Comentários

Adicionar à conversa

  • Filtrar comentários por:

Por favor faça o login para comentar

Conecte-se
Publicar comentário

Esse artigo foi útil?